Frida Kahlo

Olá!!! Espero que estejam todos ótimos! Eu estou mega feliz pois já estou de férias da facul! E com boas notas! Eeeh 
Fiz esse post por está muito curiosa sobre a Frida Kahlo. Depois que entrei para a faculdade de Moda tenho visto algumas coisas a respeito dela. Roupas, citações de pessoas da área de moda e fiquei interessada em saber quem foi essa mulher, além das sobrancelhas juntas, arco de trança e a tiara de flores. Então deixa eu apresentar a vocês o que eu conheci dela.


Nascida em 6 de Julho de 1907 na cidade de Coyacán (México), Magdalena Carmen Frieda Kahlo y Calderón. Uma mulher revolucionaria, apaixonada, autentica. Importante pintora mexicana do século XX. Alguns especialista das artes plásticas a consideram uma artista Surrealista. Mas a própria se negava, pois alegava pintar sua realidade e não sonhos. Suas obras eram únicas repletas de patriotismo. Mas também havia reflexo em suas obras de suas dores físicas, problemas afetivos e sua busca por liberdade. 
Aos 18 anos sofreu um acidente onde  o bonde em que estava colidiu com um trem a deixando com vários ossos quebrados e algumas graves perfurações. Esse acidente a deixou de cama por anos. Durante esse período começou a surgir seus primeiros trabalhos. Uma forma de expressar seu cotidiano caótico.
Com 21 anos entrou no Partido Comunista Mexicano, onde conheceu Diego Rivera com quem se casou. O relacionamento foi problemático e repleto de muitas brigas e violência, apesar da paixão que foi vivida. Ele teve um caso com a irmã de Frida, onde tiveram 6 filhos. Frida se divorciou e teve problemas com a bebida. Se relacionou com Leon Trótski, mas terminaram e reatou com Rivera.  Ela tem bastante quadros de autorretratos, gosta de cores fortes e vivas, possui obras que remetem a  morte que foram feitas no período que entrou em depressão, quando ficou de cama novamente.
"Eu pinto autorretratos porque estou muitas vezes sozinha e porque eu sou a pessoa que eu conheço melhor."
"Bebi porque queria afogar minhas mágoas, mas agora as coisas malditas aprenderam a nadar." 
La colomna rota, 1944; Em cima: Viva la Vida, 1954; The bus, 1929

Em 13 de Julho de 1954 foi encontrada morta em sua cama, com suspeita de suicídio. Se sentia infeliz pela sua falta de liberdade causada por suas limitações devido aos problemas físicos e impossibilidade de ter filhos, sequelas do acidente que sofreu. Ela já havia tentado suicídio muitas vezes. A ultima anotação em seu diário foi: 
“Espero que minha partida seja feliz, e espero nunca mais regressar”
Há livros inspirados em Frida Kahlo como:
“Cartas Apaixonadas de Frida” - registro de cartas trocadas por ela e Diego Rivera
“Frida: Suas fotos” - fotos guardadas após sua morte e descoberta cinquenta anos depois.
“Frida”, de Johna Winter - biografia de sua infância e adolescencia com ilustrações de Ana Juan do "The New Yorker"
“Frida – A Biografia” de Hayden Herrera - biografia  por meio de entrevistas e cartas de Frida as quais a autora teve acesso.
O filme “Frida”, baseado na biografia de Haydem Herrera e estrelado por Salma Hayek onde se retrata os ultimos anos da artista.
E na música o CD Viva la Vida or Death and All His Friends do Coldplay teve o titulo baseado em uma das obras da pintora.
Na moda, foi capa da Vogue Paris em 1939 e influenciou muitos estilistas e fashionistas com suas estampas florais, geométricas, penteados, tiaras de flores.... a marca Valentino fez uma coleção pré-primavera verão 2015 inspirada em Frida Kahlo. 

Centro: Capa da Vogue Paris; Laterais: peças da coleção Valentino pré primavera verão 2015

Espero que tenham aprendido junto comigo. Vou logo procurar esse filme para ver. Interessante a história da Frida.
Grande beijo!

Lupita Nyong'o


Assisti um vídeo recentemente da Lupita Nyong'o, nossa atual mulher mais bonita do mundo eleita pela People, sobre a aceitação da sua beleza fora dos padrões que a sociedade impõe. Achei inspirador.



Por mais que as pessoas queiram dizer que não há racismo, que as pessoas querem se vitimar e etc... a realidade é totalmente diferente. Há racismo sim! Mascarado em "brincadeiras" idiotas, em "perfil" de empresas, em TV, na infância, na não aceitação do cabelo crespo que é a natureza do negro e por aí vai.
Para mim como mulher negra, é um orgulho imenso pode ver uma It girl como Lupita.


Sem com contar com o preconceito que as pessoas sofrem por serem gordinhas, bullying sofridos por serem diferentes da maioria. Isso tudo é inaceitável.
Não devemos permitir ser menosprezado. Nos aceitar sempre. Lutar por nossa igualdade. Ser o melhor no que fazemos. E nunca abaixar a cabeça para ninguém!
Sua beleza não é só onde as pessoas veem. Você pode, e deve, ser bela por dentro. 
E quem disse que precisam te achar bonita? O importante é o que você pensa.
Assistam o vídeo. Vale muito a pena.
Um beijo.


© Blog da Chah - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento por: Colorindo Design - Tecnologia do Blogger.